domingo, 20 de junho de 2010

A Copa da África e as TVs Digitais

Esta copa do mundo trouxe uma situação inusitada e interessante. O fenômeno das TVs Digitais e aparelhos de alta definição tomaram conta do mercado nos meses, ou até no ano que antecedeu a Copa da África do Sul. A corrida para comprar um desses novos aparelhos foi grande e valia até jogar a TV de 29 polegadas novinha por uma dessas de LCD com entrada HDMI. 

No entanto, um outro fenômeno, ainda mais interessante, é a volta aos canais analógicos, com menor definição do vídeo e do áudio, logo que a copa teve início. E isso se deu por um motivo muito simples: o delay de 2 a 3 segundos existente entre programação exibida pelos sinais analógicos e os de sinal digital.

Para a programação normal, do dia a dia, faz pouca ou nenhuma diferença se o que está sendo exibido chega com 2 ou dez segundos de diferença em relação à TV do vizinho. Mas quando isso acontece na copa, quando os instantes entre o gol e o grito de comemoração se tornam preciosos e podem, inclusive, acabar com a surpresa de um pênalti a ser batido, numa casa, ou a ser batido, na vizinha, isso faz muita diferença. 

Tanto que até jogadores famosos que não foram convocados e ficaram acompanhando a tudo de suas TVs a Cabo já se queixaram publicamente de estarem sendo sempre “avisados” dos gols antes que eles aconteçam em sua casa. 

Por conta disso, já tem “especialista” ensinando a como trocar os cabos de lugar e fazer com que, com uma pequena perda na qualidade do sinal, este delay desapareça. Mas aqui vai um aviso. Quando o delay acaba porque o digital já era e você está ao bom e velho sinal analógico e o seu mega equipamento de zilhares de reais está fazendo o que a sua velha TV de tubo já fazia. 

Mas o atraso não é de sacanagem. Acontece que como as imagens e sons são de alta resolução e qualidade, eles vêm em formato de arquivo e compactado. E somente quando o decodificador recebe este “pacote” é que ele será descompactado e exibido. Esse processo leva de 2 a 3 segundos. Enquanto que o sinal analógico já chega pronto para ser exibido. 

E se você gastou um dinheirão para comprar os equipamentos e não está a fim de abrir mão da alta qualidade de som e imagem, pode investir um pouco mais e melhorar o isolamento acústico da tua sala de TV. Assim, os vizinhos não vão ficar antecipando os melhores lances da copa.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Mandela, herói vivo

Mandela, mesmo vivo, já está entre as figuras que eu considero iluminadas. Tudo bem que esteve envolvido em luta armada, mas afinal é um revolucionário bem sucedido. Digo isso quando o comparo com outros "guerrilheiros" que eu até admiro, mas que perderam a oportunidade de mostrar que são diferentes, como Fidel Castro, que depois de assumido a ilha de Cuba e "organizado" as coisas por lá, poderia/deveria ter aberto uma democracia não militarizada.

Enfim, Nelson Mandela, quando foi libertado, cheio de força política, poderia ter feito o caminho da desforra, o caminho do poder para o negro, em contra-ponto ao poder branco que dominava e destruía a igualdade entre os cidadãos da África do Sul. No entanto, ele pediu ao povo, independente da cor da pele, que o passado fosse esquecido para que um novo presente pudesse ser construído.

E ele foi atendido. Mas colocado assim, parece coisa muito simples. É preciso parar e pensar que milhares de negros foram massacrados, discriminados, segregados durante anos por um população branca que continua hoje no país. É preciso reconhecer todo o esforço e o desprendimento necessário para "esquecer" para quem foi desrespeitado assim como sua família durante anos.

Mesmo assim, a população negra deu ouvidos a Mandela e aceitou mais esta luta para conquistar a igualdade.

Mandela é bem sucedido. Ele é um herói. Um herói vivo.

Mandela fora da Copa

Há poucas horas da abertura oficial da Copa da África do Sul o mártir vivo da liberdade e igualdade racial Nelson Mandela sofreu mais um golpe da vida. Sua bisneta Zenani Mandela, que completora 13 anos na última quarta-feira (9), morreu num acidente de carro depois de sair da festa de abertura da Copa.

Segundo informações divulgadas pela imprensa internacional, a polícia sul-africana informou que o motorista que conduzia o veículo na madrugada desta sexta-feira (11) - noite de quinta, 10, na África do Sul - foi preso e vai enfrentar acusações por dirigir embriagado e por homicídio culposo.

A polícia apurou que o carro capotou em uma estrada perto do centro de Joanesburgo. O motorista do carro da família Mandela foi detido pouco depois do acidente. Não há informações de haja outro veículo envolvido no acidente.

Por conta disso, Mandela, prestes a completar 92 anos, cancelou sua participação na solenidade que antecede a primeira partida e a abertura oficial da Copa 2010, nesta sexta-feira.

Acidente também matou seu filho mais velho

Enquanto esteve na prisão, o filho mais velho do primeiro dos três casamentos de Mandela, Madiba Thembekile, morreu, aos 25 anos, em um acidente de carro. Não foi permitida sua presença no enterro do filho. E as circunstâncias do acidente também nunca foram devidamente esclarecidas.

Outras tragédias familiares

Mandela teve seis filhos, 20 netos e 9 bisnetos. Teve quatro filhos com sua primeira esposa, Evelyn Mase, mas apenas a última filha, fruto dessa primeira união, continua viva.

O segundo filho do casal, Makgatho Mandela, morreu em 2005 vítima de complicações relacionadas à Aids. A perda contribuiu para que Mandela se lançasse em várias campanhas de combate à epidemia no continente.

A terceira filha de Mandela com a primeira esposa morreu aos nove meses de idade, o que fez com que o casal batizasse a filha seguinte com o nome da irmã falecida, Malaziwe Mandela.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Vocês viram o Jornal Nacional? Efraim está em todas

Não tem jeito, quando o jornal é só festa, só alegria por causa da Copa, do futebol, aí vem o "nosso herói" (como diria o finado Bial) e garante um espacinho.

terça-feira, 8 de junho de 2010

STF já tem novos processos contra os senadores paraibanos

Um levantamento feito entre 29 de setembro e 29 de maio pelo portal Congresso em Foco revela que nove senadores e 48 deputados, entre eles quatro paraibanos, já respondem a novos processos no Supremo Tribunal Federal (STF) desde o início da tramitação do projeto Ficha Limpa no Congresso Federal. Grande parte dos processos trata de crimes como calúnia, injúria e difamação. Os paraibanos, no entanto, respondem por fraude, corrupção e contra a administração pública.

Veja a lista completa dos novos parlamentares processados

O Supremo abriu 85 processos contra 57 deputados e senadores entre 29 de setembro, data de chegada da proposta de iniciativa popular à Câmara, e o último dia 4, quando o presidente Lula sancionou a Lei Complementar 135/10, que proíbe a candidatura de políticos com condenação em órgão colegiado da Justiça.

Entre todos os congressistas que passaram a responder a novos processos, se destaca o senador Efraim Morais (DEM) por ser o único em que a acusação se refere à sua atuação dentro do Congresso. Mas além dele, os políticos paraibanos Roberto Cavalcanti (PRB), Cícero Lucena (PSDB) e Rômulo Gouveia (PSDB) também têm novos processos.

Efraim, ao contrário dos demais parlamentares que respondem por crimes anteriores à chegada na Câmara e no Senado, responde por contratos assinados durante sua gestão como primeiro-secretário do Senado. Efraim é acusado de crime contra o patrimônio público pelo procurador-Geral da República, Roberto Gurgel. O relator do caso, ministro Ayres Britto, autorizou diligência para apurar o caso ainda em março deste ano.

"O senador não foi citado para apresentar defesa porque ainda não existe processo formal na justiça, haja vista que a denuncia não foi recebida pelo ministro. Ele acredita que será pedido o arquivamento, uma vez que não houve nenhuma ilegalidade", informou ao Congresso em Foco a assessoria de imprensa de Efraim.

Confira os processos a que os políticos paraibanos respondem desde 29 de setembro de 2009.

AÇÕES PENAIS

Senadores


Roberto Cavalcanti (PRB-PB)
Ação Penal 525 Corrupção ativa e uso de documentos falso
Data de autuação: 10/12/2009

INQUÉRITOS

Senadores

Cícero Lucena (PSDB-PB)
Inquérito 2918 Crime de responsabilidade
Data de autuação: 02/03/2010

Efraim Morais (DEM-PB)
Inquérito 2912 Crime contra a administração pública
Data de autuação: 09/02/2010

Deputado

Rômulo Gouveia (PSDB-PB)
Inquérito 2910 Crimes previstos na legislação extravagante
Data de autuação: 09/02/2010

Nenhum dos parlamentares, com exceção de Efraim, responderam ao Congresso em Foco sobre seus processos.