sábado, 21 de novembro de 2015

Novela dos preços de combustível nos postos da Paraíba

Toda vez que é anunciado o aumento no preço do combustível na Paraíba acontece uma coisa curiosa. As bombas esvaziam magicamente e os postos passam a aceitar somente o pagamento em dinheiro vivo.

Outra mania de muitos postos é não entregarem o cupom fiscal aos clientes que não pedem. Com isso, não há como comprovar a venda do produto e, portanto, virtualmente desnecessário pagar o imposto sobre esta negociação.

Outro desdobramento dessa conduta é a possível lavagem de dinheiro, uma vez que se pode pegar os cupons não entregues e emiti-los para outras pessoas que querem repassar o dinheiro de origem ilícita para a legalidade.

Isso tudo sem ter que recorrer, por exemplo, às contas na Suíça.


O vídeo da TV Cabo Branco acima é de abril de 2015, mas a prática acontece sempre e não foi diferente essa semana.

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Comentários e opiniões no jornalismo televisivo


Lembrei de uma frase de Meu Malvado Favorito 2 em que Gru vê a filha mais velha trocando mensagens com alguém pelo telefone e pergunta:

- Com quem está falando?
- Com Avril.
- Avril. Isso é nome de menino ou de menina?
- E faz diferença?
- Não, não faz diferença. Só se for menino!

Assunto delicado. O corporativismo no jornalismo é empresarial, não profissional. E em se tratando de opiniões, elas são livres, desde que você concorde com o patrão.