quarta-feira, 31 de maio de 2006

Jornalistas morto em Bagdá

Mais um foi pro saco...

BAGDÁ, 31 mai (AFP) - Um jornalista esportivo da televisão pública iraquiana Iraqia, Jaafar Alí, foi morto nesta quarta-feira por homens armados quando saía de sua residência no sul de Bagdá.

Na segunda-feira, dois jornalistas britânicos do canal CBS morreram em um ataque com carro-bomba contra um comboio militar anglo-americano em Bagdá. Noventa e três profissionais da comunicação, em sua maioria iraquianos, morreram no Iraque desde o início da invasão americana em março de 2003, segundo balanço estipulado pela organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

quinta-feira, 25 de maio de 2006

Liberdade

Seguindo ainda com as colaborações de amigos, deixo este pensamento de um amigo ilustre.

"A prisão não são as grades; a liberdade não é a rua.
Existem homens presos na rua e livres na prisão.
É uma questão de consciência."

Gandhi

terça-feira, 23 de maio de 2006

Licitação no Brasil

Este textinho não é meu, mas resume tão bem as licitações de determinados serviços ou produtos, que quis dividir com todos. Quero deixar claro que não é o procedimento ideal, nem acontece em todas as administrações, mas acontece com mais frequência do que devia.


Um prefeito do interior queria construir uma ponte e chamou três empreiteiros: um alemão, um americano e um brasileiro.

- Faço por US$ 3 milhões - disse o alemão: - Um pela mão-de- obra, - Um pelo material e Um para meu lucro;

- Faço por US$ 6 milhões - propôs o americano: - Dois pela mão-de-obra, Dois pelo material e Dois para mim, mas o serviço é de primeira.

- Faço por US$ 9 milhões - disse o brasileiro.

- Nove? - espantou-se o prefeito - demais! Por quê tudo isso? - 3 para mim, 3 para você e... 3 para o alemão fazer a obra!!

- Feito... disse o prefeito...

quinta-feira, 18 de maio de 2006

A violência contagia

É, a violência gera medo, que gera violência, que gera medo. A conclusão que todos chegam, sem pensar muito a respeito, é que a resposta para a violência que se sofre é uma violência maior.

Em São Paulo, a violência aumentou a um ponto que as pessoas não agüentaram mais e quem não conseguiu se esconder acabou se armando e respondendo com "fogo". As vítimas de violência se indignaram com o que sofreram e resolveram se organizar e atacar.

As vítimas deste parágrafo acima poderiam ser os "bons cidadão", poderiam ser policiais, mas esta história também se encaixa no perfil dos encarcerados. E quem os violenta não são os carcereiros (eles também), não é a polícia (estes também), é o sistema. O sistema prisional é uma porcaria. É um depósito de carne morta, viva.

Num diálogo a respeito do assunto, ouvi:
- Mata eles todos!
- Mas generalizar é difícil, vão acabar morrendo gente que não devia - argumentei.
- Nada, uns poucos vão pagar para que a sociedade viva melhor - Ouvi ainda.

Mas aí, do nada me veio a imagem hipotética de dois políticos conversando e chegando a esta conclusão. Só que eles pretendiam fazer esta "limpeza" na cidade. Exterminando todo um bairro pobre, onde a maioria vive às margens das leis e dos direitos.

E nessa hora, me veio um pensamento mais aterrador: o bairro em que eu vivi grande parte da minha vida se enquadra nessa descrição. Ou seja, eu seria um dos "poucos" que morreria pelo bem da sociedade.

Então, vamos ver se nós temos a sorte de estar no 1% da sociedade que escaparia desta limpeza e vamos repensar se a violência é o melhor caminho. Seguindo os princípios do equilíbrio do Yn e Yang, Quanto mais violento o mundo se tornar, mais ele vai precisar de gente que pregue e viva a paz para balancear.

Afinal, de gente matando inocentes o mundo já está cheio.

sábado, 13 de maio de 2006

Que apoio...


Continuando a fase das fotos enviadas por amigos. Esta eu colhi no blog da minha amiga Cláudia Carvalho e retrara mais um belo empreendimento de um nobre deputado.

Reparem nos símbolos da paz. A matéria, publicada no portal do Governo do Estado, fala de um apoio dado a estes simpáticos rapazes que queriam prestigiar o seu time que jogaria em ourta praça.

Links de interesse:
Matéria na íntegra: http://www.sel.pb.gov.br/base_noticias.php?id=842
Blog de Cláudia:
www.claudiacarvalho.blogspot.com

quinta-feira, 11 de maio de 2006

'Lula negociando'


Não fui eu o autor da foto, mas achei que valia o registro. A imagem me foi enviada por Jady.
A legenda é clara, 'Lula Negociando'.

quinta-feira, 4 de maio de 2006

Um golpe sem kimono

Um deputado, ex-secretário de Estado aqui na Paraíba foi acusado de falsificar algumas assinaturas e causar rombo de quase 500 mil reais. Ele negou tudo, óbvio. Mas reza a lenda que ele teria pego dinheiro público para comprar equipamentos para prática de esporte e financiado passagens para atletas competirem em outros Estados.

Acontece que uma das pessoas que NÃO assinou nenhum documento e que tampouco recebeu qualquer equipamento, foi procurada pela assessoria do ex-secretário para "acertar" o recebimento dos equipamentos.
Aconselhada por seu advogado, no entanto, a referida pessoa, dirigente de uma modalidade desportiva aqui na Capital paraibana, fugiu do encontro com o deputado que, já havia marcado entrevista no rádio para confirmar, junto com a dirigente, o recebimento e a assinatura nos documentos.

Infelizmente, sem nem mesmo desmarcar a entrevista com a produção da rádio, o agora sem defesa, deputado e ex-secretário simplesmente não apareceu. Uma pena, dado que seria um programa muito interessante, com a participação da dirigente e tudo!