Comissão de Piadas Incríveis

As CPIs são as piadas que os deputados nos obrigam a assistir. Eles brigam, se xingam, ameaçam se bater. Mas na cantina da câmara eles tomam cafezinhos juntos e riem do absurdo que é discutir o que todos sabem e fingem não saber. Agora, ano de eleição, eles estão começando a pegar mais pesado. A vida privada de cada um pode ser usada contra ele. E mais!

Se a deputada Ângela Guadagnin (PT-SP) está sendo repreendida por dançar (o que está sendo chamado de a dança da pizza) ao ter um amigo absolvido num processo de cassação, imagino que o relator, Osmar Serraglio (PMDB-PR), da CPI dos Correios também deva ser punido, já que comemorou mais que o Galvão Bueno no tetra campeonato do Brasil na Copa.

Isso somado à cara de pau de determinados 'homens públicos', e as CPIs se tornam a ferramenta perfeita para se fuçar a vida de quem quiser. Já tivemos de tudo; Deputado que jura que rouba só para poder acusar outros, secretárias que posam nuas e tem, nas fotos da revista, comentários dos deputados "aliados", publicitários que choram, publicitários que não choram, uma CPI que investiga tudo menos o que ela se propôs, deputadas cassadas por dançar e outros carregados nos braços.

Comentários

André Gondim disse…
Cruel, é como ser obrigado a ver um filme de Jet Le hehehe

Abração!!
Jady disse…
Sobre o post abaixo: vai dar no que todo mundo disse que ia: em pizza.

Sobre o atual: vc viu, acho que foi quarta-feira passada, uma crônica de Alexandre Garcia no Bom Dia Brasil, sobre o caso Palocci?!? Achei a tua cara.

Xêro e bom finde.