Criatividade que salva

Dia dos Namorados numa segunda-feira, ah, vai ser moleza! Dia de pouco movimento, as segundas-feiras costumam ser ótimas para uma saidinha. Então vamos aproveitar e levar a patroa, a mulher, a companheira, a preta, ou como quiser chamar seu par, para um programinha especial. Que tal um cineminha seguido de um jantarzinho? É, eu sei, tudo com ‘inho’, mas é assim mesmo... pensei, “vai ser massa!”

Massa foi, mas o poder de criatividade e um exercício de boa vontade foram feitos. Cinema, só com ingresso comprado com dias de antecedência. Jantar num restaurante? Rá, rá! João Pessoas tem apenas alguns restaurantes, se você quiser somente os que têm um apelo mais intimista, reduz ainda mais a oferta.

O retrato da noite do Dia dos Namorados: Filas de carros nas ruas da cidade. Em quase todos um casal em busca de um lugar para jantar com um pouco mais de calma. Entre eles, eu e a minha preta depois de descobrirmos que não seria possível assistir A Profecia.

Tem nada não, todos os restaurantes lotados, caras impacientes nos carros e calçadas, mas, enfim, uma boa idéia! Idéia que poucos tiveram. “Vamos experimentar um pouco da comida internacional de algum hotel?” Massa, do lado de casa está o Hotel Caiçara e seu restaurante Calypso.

Aí a noite só melhorou! O garçom me achou com cara de liso e resolveu me ajudar. Eu acredito que ele pensou: “O camarada trouxe a namorada aqui para impressionar. Vou dar uma força.” O cara nos tratou como rei e rainha, ainda mais que só havia mais três mesas ocupadas no restaurante. A comida estava ótima e eu pretendo voltar lá.

No fim, mesmo com o despreparo da cidade que pretende atender turistas do mundo inteiro e nem consegue lidar com a demanda existente na própria Capital, mesmo com as poucas opções de lazer e entretenimento, mesmo assim, vale a regra maior da vida: “É preciso improvisar e adaptar”. E para isso, criatividade!

P.S. A única coisa que faltou para ficar completa a noite, foi achar uma rosa, apenas uma rosa, que, desde a manhã eu procurei e não achei... Nem uma casa com rosas oferecidas por sobre os muros eu achei...

Comentários

André Gondim disse…
Que aventura ein?
Mas que bom que deu certo, o restaurante parece aconchegante, quando eu for aí vou tentar ir.

Abração!!!
Jady disse…
Rapaz... Eu e Nilo, há alguns anos atrás, descobrimos que o barato é comemorar dia dos namorados antes ou depois. Tu sabe como CG é "cheia" de opções... Da última vez que tentamos comemorar um DN tradicional, só tivemos raiva. Restaurantes sem lugares disponíveis, filas em motéis. Tu crê? Dele em diante... só antes ou depois ;-) E hoje é o dia ;-)

xêro em tu
Taty Valéria disse…
Ahhhhhhh então era uma rosa?
Cada dia eu te amo mais, só por causa dessas coisas!
Anônimo disse…
prevendo isso... empurrei o bucho no fogão e fiz um jantarzinho especial. rosas tb procurei, mas nada. nem entrega por fone. rs.
mas o jantarzinho e um vinho comprado de última hora deu conta do recado. rs